quinta-feira, 24 de julho de 2014

Decoração de casamento rústico.

O casamento rústico é uma mistura entre casamento no campo e inspiração country. O segredo é investir em materiais como juta, vime, papelão, madeira e cerâmica, combinando-os com flores e tecidos delicados, de preferência em tons pastel. Esse estilo de decoração vai bem em todos os lugares, em um grande salão, em um mais modesto, no sitio, ao ar livre…














 













Fontes: http://www.explendoredecoracao.com.br/
http://mulher.uol.com.br/casamento/
http://meucasamento.org/

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Pontos turísticos da Estrada Real - Minas Gerais


As cidades históricas de Minas Gerais oferecem rastros do Ciclo do Ouro, época de grande riqueza econômica, histórica e cultural. Igrejas, monumentos e arte encontram-se entre as atrações de cidades como Ouro Preto, Congonhas, Tiradentes e São João del-Rei.
Uma verdadeira viagem no tempo, que pode ser revivida ao longo de 1600 km da Estrada Real, caminho aberto pela Coroa Portuguesa para levar o ouro de Minas Gerais até o Rio de Janeiro. Um caminho inesquecível que se confunde com as mais belas paisagens. O trajeto entre as cidades históricas de Ouro Preto e Mariana pode ser feito de trem, por um percurso com 18 km de extensão. Em outra região de Minas, uma centenária Maria-Fumaça faz o trecho Tiradentes – São João del-Rei, passando por fazendas seculares e uma flora diversificada ao longo dos 12 km que separam as duas cidades históricas.
Além de toda riqueza desse patrimônio, as cidades históricas possuem várias atrações como festivais de cinema, de inverno, de gastronomia, carnavais e principalmente as paisagens exuberantes das montanhas de Minas.

  
Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, Congonhas


Inscrito no Patrimônio Mundial da Unesco, é composto por uma basílica e seis capelas e é conhecido por suas esculturas dos Doze Profetas, feitas em pedra-sabão pelo famoso escultor Aleijadinho.

Igreja de São Francisco de Assis, São João del-Rei


Com obras de Aleijadinho e outros artistas mineiros do século XVIII, a igreja é um belo templo no melhor estilo de arquitetura barroca, típica da região. Começou a ser construída em 1774 e tem em seu interior, numerosos ornamentos.

Maria Fumaça, Tiradentes e São João del-Rei
Estação em São João Del Rei
 

Estação em Tiradentes
Trem que liga São João del-Rei a Tiradentes num trajeto de 35 minutos, leva seus passageiros a uma viagem no tempo para a época de auge das ferrovias no Brasil. Os 12 km que ligam as duas cidades são feitos pelos trilhos construídos no final do século XIX numa estrada de ferro que chegou a ter 602 km de extensão.

Igreja Matriz de Santo Antônio, Tiradentes



Construída a partir de 1710, voltada para a Serra de São José, é um belo exemplo de arquitetura barroca, além de ser a segunda igreja em ouro do Brasil. Os interiores talhados são de uma beleza única e o órgão do templo, de 1788, está entre os mais importantes do mundo. Nos finais de semana, um espetáculo de som e luz conta a história da igreja aos visitantes do local.

Chafariz de São José, Tiradentes

 

Situado na ladeira que leva à Igreja Matriz de Santo Antônio, o Chafariz de São José foi erguido em 1749 e tinha três funções: abastecer a população com água potável, servir como espaço para as lavadeiras e servir de bebedouro aos animais. O chafariz tem traços de simbologia maçônica e é um dos principais cartões-postais de Tiradentes.

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, Ouro Preto


Erguida em torno de uma capela de 1696, a igreja é uma das mais famosas e belas de Ouro Preto. Recebendo, desde o ano 2000, o Museu de Arte Sacra da Cidade, com mais de oito mil peças dos séculos XVII a XIX.

Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias, Ouro Preto


Construída entre 1727 e 1746, a igreja é uma das mais antigas de Minas Gerais. Aleijadinho e seu pai, responsável pelo projeto da Igreja, estão enterrados no local, junto com outras figuras célebres. Possuindo numerosas obras de arte sacra com pinturas, esculturas e belos altares talhados, além de acolher o Museu Aleijadinho, com um grande acervo do escultor.

Igreja de São Francisco de Assis, Ouro Preto


Projetada por Aleijadinho e considerada a principal obra da arquitetura colonial mineira. O forro no alto da construção levou mais de dez anos para ser pintado. O espaço também abriga o Museu Aleijadinho, com peças de arte sacra produzidas por vários artistas da região.

Museu da Inconfidência Mineira, Ouro Preto



Também conhecida como Conjuração Mineira, a Inconfidência Mineira representa um capítulo importante na história do Brasil, ocorrido em 1789, que foi uma das principais revoltas contra a Coroa portuguesa. Hoje, o Museu da Inconfidência é dedicado à memória e à preservação deste marco histórico, com diferentes documentos e obras, além de uma grande coleção de arte barroca.

Mina de Chico Rei, Ouro Preto

 

Os 80 km² de túneis distribuídos em cinco andares que passam por baixo de Ouro Preto fazem parte da mina que pertencia a Chico Rei, antigo escravo vindo do Congo e que se transformou num personagem emblemático da região. Abertos à visitação desde 1946, os túneis têm uma boa infraestrutura para receber turistas, com um restaurante e uma loja de artesanatos.

Praça de Minas Gerais, Mariana

A praça tem diferentes edifícios que ilustram a beleza da arquitetura barroca. As igrejas de São Francisco de Assis e de Nossa Senhora do Carmo, assim como a Casa de Câmara e Cadeia, foram construídas na segunda metade do século XVIII. Situada em elevação, a praça oferece um belo visual sobre Mariana e seus arredores.

Mina de Ouro da Passagem, Mariana


Desativada desde 1985, pode ser explorada em uma vagoneta que corre sobre os trilhos. Por seus túneis é possível observar grandes galerias e um lago.



Fontes:
http://www.minasgerais.com.br/
http://vidaeestilo.terra.com.br/turismo
http://viagens.ig.com.br/
http://viajeaqui.abril.com.br/guia4rodas